quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Formacao sobre Genero, Migracao e HIV

Estou em Madagascar a dar duas formacoes sobre Genero, Migracao e HIV, nas provincias de Mahajanga e Toamasina (Tamatave). E muito bem interessante a semelhanca dos aspectos relacionados com  os problemas de desigualdade de genero com os de Mocambique.
E a semelhanca de Mocambique, os problemas de genero sao vistos como problemas que somente dizem respeito a mulheres. Ficou interessante, nestas duas formacoes, onde estavam mulheres e homens na mesma sala a discutirem sobre aspectos de socializacao de genero de forma bastante aberta e os homens aceitarem que sao tambem parte do problema, pelo que devem se engajar na solucao do mesmo, sobretudo atraves de uma reflexao profunda sobre as normas socialmente construidas que define os papeis de homens e mulheres.
E verdade que nos, em Mocambique ja estamos avancados nestas materias, uma vez que ja temos inclusive homens a se engajarem em assuntos de genero, temos uma rede de organizacoes que trabalham com homens (HOPEM), temos um programa de televisao: "Homem que e Homem", onde os homens atraves de uma abordagem de homem para homem, debatem sobre aspectos de masculinidades que conduzem a violencia contra a mulher. enfim, ja temos outras actividades sobre genero que bem envolvem os homens.
Pessoalmente estou feliz com esta formacao em Madagascar que, mesmo se vim como um Formador, aprendi muito sobre questoes ligadas a genero, migracao e HIV deste pais.

Aquele Abraco

Gilberto Macuacua